Grama de ouro usado

Partilhe

Anel de ouro usadoAspetos que influenciam a venda de ouro usado

Os fatores que influenciam a avaliação de uma peça de ouro usado são:

Tipo de peça: o preço vai variar consoante o tipo de peça devido à facilidade (ou não) que as peças têm para revenda. Um fio de ouro usado vale mais que um anel, por exemplo, por ser mais fácil revender.

Peso da peça: quanto mais pesada, mais valiosa é a (grama de ouro usado).

Estado de conservação: se a peça não possuir riscos ou amolgadelas mais dinheiro recebe por ela.

Antiguidade: quanto mais antiga, melhor. Porém, se for para fundir, o preço baixa comparado com uma peça para revenda.

Pureza do ouro: medida através dos quilates. Quantos mais quilates uma peça possuir, mais pura e valiosa ela é.

Calcule o valor da sua peça com o nosso simulador de calculo do valor da grama de ouro usado

Pese o seu ouro antes de o levar a uma loja, como o ouro é comprado à grama, pese primeiro a sua peça em casa para ter uma ideia do que pode vir a render. É preciso saber a pureza do ouro, quantos quilates têm na realidade, os quilates vão dos 10 até ao máximo de 24 (10, 14, 18, 19,2, 24) sendo 24 o ouro na sua total pureza. Se quiser fazer as contas deve dividir os quilates do seu ouro por 24, e multiplicar esse número pelo preço corrente do ouro por grama. Depois, multiplicar o peso por grama, pelo peso total em gramas de todo o ouro usado que quer vender. Se não quiser fazer estas contas use o nosso simulador de ouro usado só tem que preencher os campos com os valores

Pressão inflacionista puxa ouro para cima

A ameaça da inflação parece destinada a conservar o fascínio pelo ouro como uma proteção contra ela mesma. A inflação geralmente é entendida como uma razão para se comprar ouro, sobretudo porque as pressões inflacionistas, desde a década de 90 do século passado têm sido favoráveis nos países desenvolvidos.
A nível global, os preços sobem comandados pelos sectores da alimentação e da energia.

 

Partilhe