Ouro em Angola com investimento de quase 5 M de Euros em Cabinda

Partilhe

O governo angolano autorizou um consórcio a procurar ouro numa área concessionada de mais de 381 quilómetros quadrados em Cabinda.  É um consórcio composto por várias empresas, a Sociedade Lombe Mining Limitada. Ferroangol, Keys Tree & Four e Sofispa.

Esta concessão tem uma duração de 5 anos mas pode ser prorrogada até 35 anos. Este acordo prevê um pagamento entre a 5 a 35 dólares por quilometro quadrado enquanto durar a fase de prospeção.

O governo estima que a prospeção ilegal no país de ouro, causa um rombo nos cofres de dezenas de milhões de euros, pois estamos a falar de uma quantidade de perto de 3 toneladas de ouro exportado ilegalmente, principalmente para o Dubai e Tanzânia.

Angola está a fazer um grande investimento neste sector industrial. E quer-se tornar um dos principais produtores deste mineral no continente africano.

Partilhe